sexta-feira, 9 de março de 2007

interlúdio. in the bus

Acordei. Já se tinham passado umas duas horas. Dormira com o chiclete na boca.
Odeio isso.
O livro permanecia aberto em meu colo. Não conseguia sair da mesma página desde que entrara no ônibus.
Estiquei os braços, respirei fundo como quem vai conseguir ficar atento pelo resto da viagem.

Quando me vi, já estava acordando novamente.
Meia hora tinha se passado.
O livro na mesma página.
E o chiclete na boca.

Nenhum comentário: