sexta-feira, 27 de junho de 2008

zero centímetros

Ouço acordeões, pianos e sinos.
Ouço canções por estas ruas.
Seu braço agora encosta levemente no meu.
Sua perna toca a minha.
Estamos lado a lado.

Você se afasta um pouco,
involuntariamente.
Seu braço novamente me toca,
e isso é quase suficiente.

QUERO LAMBER O SEU ROSTO.

-