segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Pele

-

Apertar-te a mão é tirar-lhe os poros.
Abraçar-te, subtrair-te a pele.
Um toque, camadas que ficam.

Beijar-te, comer-lhe um pouco.
É comer-te, um pouco de ti,
um pouco de ti,
um tanto de ti.

Beijar-lhe é comer-lhe o resto,
sugar-lhe as células,
comer-te, engolir-te.

Beijar-te é engolir a ti.
São códigos.
São células.

Nenhum comentário: