domingo, 6 de maio de 2012

Dança

Fio de tevê a cabo desce do último até o primeiro andar do meu prédio.

Eu moro no onze.

Fio branco, balança em frente à janela da minha sala e eu, estranhamente, acho bonito.

Dança.

Nenhum comentário: