terça-feira, 24 de setembro de 2013

Homem contemporâneo

Nascer.
Privar-se de tanta coisa.
Morrer.

Nenhum comentário: